domingo, 25 de janeiro de 2015

O Rei do Gado (26 à 30 de Janeiro)

Segunda-feira, 26/01/2015 - cap. 11
Nena morre

Marieta morre. No Paraná, Giácomo casa, tem um filho e a esposa está grávida novamente. Sem dinheiro, Giácomo pensa em vender sua parte na fazenda que tem com o irmão. Geremias diz que compra a parte do irmão. Giácomo desconfia que foi roubado por Geremias e eles brigam no meio do cafezal. Nena morre.

Terça-feira, 27/01/2015 - cap. 12
Bruno Mezenga é conhecido como “Rei do Gado”

O tempo passa. Em 1996, o filho de Henrico e Giovanna já é um rico proprietário de terras e de milhares de cabeças de gado. Bruno Berdinazi Mezenga é conhecido por todos como o “Rei do Gado”. Com as referências do pai, escolheu o sobrenome Mezenga para sua assinatura, deixando de lado o Berdinazi e a história de sua família materna. Ele é um obstinado pelo trabalho, querido por seus amigos e empregados. Geremias Berdinazi, irmão de Giovanna, tem negócios ligados à cafeicultura e à produção de leite. Apesar de muito bem-sucedido, é um homem cheio de culpa por ter construído seu império traindo a família. Primeiro, uniu-se ao irmão Giácomo Guilherme para roubar as terras da mãe e da irmã. Depois, roubou também o irmão, deixando que ele morresse na pobreza. Arrependido, vive ansioso para encontrar um herdeiro, já que não reconhece Bruno Mezenga como seu sobrinho.

Quarta-feira, 28/01/2015 - cap. 13
Léia marca encontro com Ralf

Bruno Berdinazi Mezenga leva o Senador Caxias para Brasília. Ele encontra um repórter e o leva para a fazenda do Araguaia. Luana, filha de Giácomo Berdinazi, foge de agressores e caminha sem rumo. Bruno assume o controle do avião e assusta o repórter. Zé do Araguaia comemora o retorno do patrão. Léia, esposa de Bruno, autoriza os filhos, Lia e Marcos, a trocarem de barco. Léia conversa com seu amante Ralf e passa a senha do cartão de credito. Regino, o líder dos sem terra, dá agua para Luana e ela junta-se ao grupo. Marcos e Lia vão para o Guarujá e compram o novo Iate. Léia marca encontro com Ralf.

Quinta-feira, 29/01/2015 - cap. 14
Bruno participa de reunião com políticos

Bruno pesca com Zé do Araguaia. Os sem terra invadem uma das fazendas de Bruno Mezenga. Bruno sobrevoa a fazenda invadida e assusta os sem terras. Bruno manda servir água e carne para os sem terra e eles desconfiam de tanta bondade. Bruno conversa com Senador sobre a invasão e argumenta que suas terras são produtivas. Bruno participa de reunião com políticos. Os sem terra descobrem que a fazenda invadida é produtiva. Os invasores resolvem ficar apenas na parte improdutiva da fazenda. Bruno Mezenga diz que se os políticos não resolverem a situação, ele invadirá Brasília com 15 mil cabeças de gado.

Sexta-feira, 30/01/2015 - cap. 15
Luana decide seguir sozinha

O Líder Nacional dos sem terra manda invasores abandonarem a fazenda de Bruno Mezenga. O fazendeiro aparece e diz que eles devem arrumar a cerca que eles destruíram. Regino garante que a cerca será refeita, mas que precisa de material adequado. Bruno libera os invasores. Luana e Bruno trocam olhares. A família de Bruno comemora o fim a invasão. Luana decide seguir sozinha e se despede de Regino e dos invasores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário